SE VOCÊ PRECISA DE AJUDA ACESSE

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Noticias

O impacto dos fatores sócio-econômicos na taxa de suicídio.

Mais um estudo publicado demonstra  que  o desemprego provoca cerca de 45.000 suicídios por ano em 63 países do mundo. O estudo de pesquisadores suíços foi publicado na revista The Lancet Psychiatry, nesta quarta-feira. Segundo os grupo de pesquisadores da Universidade de Zurich, é preciso colocar em práticas estratégicas especificas de prevenção para os desempregados em vez de focalizar unicamente nos efeitos negativos sobre a economia. 
Em um artigo publicado no blog da REBRAPS recentemente apontei a necessidade de praticas estratégicas sobre populações especificas para alcançarmos a meta de redução nacional de 10% na taxa de suicídio, de acordo com o que o Brasil, através do Ministério da Saúde, comprometeu-se na Assembleia Geral da OMS, ano passado.
No caso do Brasil esta não é uma população identificada, portanto não provoca desvio acima da media nacional. Temos outras populações prioritárias, tais como as populações indígenas. O importante como assinalam os pesquisadores é identificar as populações e desenvolver intervenções especificas.

https://br.noticias.yahoo.com/desemprego-provoca-cerca-45-000-suicídios-ao-ano-
                                 
                                  AFP/Arquivos - Fila de desempregados em Madri, dezembro de 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário